Elizio Santos

Devarim, devarim...

Textos


EU TE SINTO...

Eu te sinto chegar,
Por mais que estejamos distantes,
Eu te sinto em mim,
Seu cheiro no meu...

E mesmo que custe muito esta espera amor,
Sempre valerá a pena aguardar por ti,
Que vejo em meus sonhos,
Onde mais uma vez, estamos unidos...

Muitos meu amor,
Foram os erros cometidos,
Erros que nos afastaram.
Para nos unir breve,
Depois de séculos de ausências...

Minha alma buscou a sua a vida inteira,
O vazio corroía a minha alma em cada má escolha,
E foram tantas, em tantas rostos,
E nenhuma... face...

Eu te sinto como tu me sentes,
Eu sinto tua ausência como você sente a minha,
E nem mesmo o tempo,
Poderá nos manter longe para sempre...

Todo deserto tem fim...
Toda cela um dia se abre...
Toda separação um dia acabará...
Todo amor verdadeiro, um dia se une...


E voltaremos em breve,
A falar a língua dos pássaros,
Trazendo de volta os áugures,
Que um dia, roubaram de nós...
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 23/08/2017
Alterado em 23/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras