Elizio Santos

Devarim, devarim...

Textos


PARA INÁCIA...

Fecho os meus olhos e tudo que vejo...
É você!
Sou seu Tirésias, vejo o futuro,
Mas em relação a mim mesmo,
Vejo apenas você!

A solidão, sua ausência, o silêncio...
Matam-me dia após dia!
Sou seu Prometeu acorrentado ao penhasco,
Tu, a humanidade que amei,
Tua ausência, a águia a devorar-me o fígado de amor!

Sou a noite que nunca acaba...
Tu és o dia que foges de mim!
Com Aurora a escoltar-te, omiziando-te de mim,
Tirésias da noite eterna,
Vidente apenas nas letras que dedico a... ti!
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 24/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras