Gustavo Miranda
Poesias em prosa.
Capa Textos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Poesia 1001
Beije minha boca
morda meus mamilos
acaricie meu escroto
me deixe roto

Seja ousada
não há nada
goza comigo agora
senão estraga

Me deite de bruços
devagarinho sem sustos
mostre como um grego
sabe beijar com carinho

Goza em mim
do seu jeitinho
rápido
forte
baixinho
cheio de gemidinhos

Depois me suga
me beija
me entra
e senta em mim
assim amorzinho

Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 01/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Capa Textos Perfil Livro de Visitas Contato