Gustavo Miranda
Poesias em prosa.
Capa Textos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Poesia 1004
Caído no chão
eu vejo o doce
e ele me vê também

Acha que pode se esconder
fugir de mim

Minha boca esta aberta
alerta

Ele
o doce
pensa que se salvou de mim

Sou do tempo que doce era docê
sujo de areia ou não
doce era docê

não tinha salvação
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 03/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Capa Textos Perfil Livro de Visitas Contato