Gustavo Miranda

Poesias em prosa.

Textos

Poesia 1034
Eu sou eu
massificado
avatar
de uma anti-vida

faço arte
arte sentimental
como quero
sem regras

Eu sou eu
minhas legiões
indesejável
colheita maldita

Eu sou eu
nas ruas
becos
vielas
trocandor letras mortas
por poesia viva

                                                                                     
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 13/09/2020
Alterado em 23/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras